Adams no escritório que fez a compra de Pasadena

Luís Inácio Adams, noticia a Folha, deixou a AGU, "para trabalhar no Tauil & Chequer, escritório que foi parceiro da firma americana que assessorou a Petrobras na época da polêmica compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos".

Se ele vê conflito de interesses?

Claro que não. Adams declarou ao jornal que "quem atuou na compra de Pasadena foi o americano Thompson & Knight. A legislação dos EUA exige que um escritório local atue nesses casos. No caso, quem desempenhou essa função foi o Tauil & Chequer".

A Folha informa ainda que "Na época do fechamento do negócio, um dos sócios mais proeminentes da firma brasileira era o advogado Marcelo Mello, que foi gerente jurídico da extinta Braspetro, depois integrada à diretoria internacional da Petrobras. Em 2006, o escritório se chamava Tauil, Chequer & Mello".

E mais:

"Mello era próximo de Nestor Cerveró, então diretor internacional da Petrobras que viabilizou a compra de Pasadena. Em 2008, depois de deixar o Tauil & Chequer, ele assessorou Cerveró em operação para registrar, por meio de uma offshore no Uruguai, um apartamento dúplex que possuía em Ipanema."

O Antagonista também acha que não há conflito de interesses no fato de Luís Inácio Adams sair da AGU para trabalhar no escritório que ajudou a promover o pior negócio da história do capitalismo mundial, em detrimento dos acionistas da Petrobras. Pode até haver convergência de interesses.

ESTÁ DIFÍCIL ACOMPANHAR TODAS AS NOTÍCIAS?

O Antagonista publica mais de 100 notícias por dia. Receba diretamente em seu e-mail, todos os dias, um resumo com as notícias mais quentes e relevantes, além de artigos exclusivos.








TV ANTAGONISTA

Comentários (68)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ricardo

Admiro o trabalho de vocês, mas o texto acima é lamentável. Conheço bem a estrutura dos negócios dos escritórios acima citados. O Tauil & Cheuqer é um escritório brasileiro associado ao Mayer Brown LLP (um dos maiores escritórios americanos). Possui um excelente reputação no mercado brasileiro atuando unicamente para clientes privados. O negócio de Passadena foi realizado nos EUA de acordo com as leis de Nova Iorque pelo Thompson & Knight. Obviamente um Escritorio braseiro não atuou no caso.


Dolphin

" o pior negócio da história do capitalismo mundial"

Os portugueses estão vingados por todas as piadas que deles foram feitas, até o fim dos tempos...


Marcos Rodrigues

Se todos os ptralhas investidos em cargos públicos e conexões forem imediatamente presos, a continuidade das investigações e o devido processo legal, mesmo com a morosidade do judiciário nacional, provarão que não se fez injustiça alguma; muito pelo contrário, restará provado que a justiça brasileira é extremamente leniente com bandidos.


Julio s. Azevedo

Outro VIGARISTA NOJENTO!!!


Resgate Moral

Nao entendo a cara larga e a falta de etica dessa gentalha!


O Brasileiro Natural

ESCÁRNIO!!

BANDA PODRE DA POLÍTICA BRASILEIRA!!


Sergio Gomes

Nada mais me supreende!


Rui Barbosa

ih....so FRAUDE....http://www.conjur.com.br/2014-jul-29/oab-rj-ameaca-fechar-tauil-chequer-associacao-estrangeiros


PS

Mas que tem cheiro e formato de Acarajé isso tem...


Ivo

Reinaldo Azevedo sempre diz que ele e Lula são da mesma família: família Luiz Inácio.