RN: facções rivais no mesmo pavilhão

Lembra de Alcaçuz, o presídio do Rio Grande do Norte onde ocorreu uma carnificina há dois meses?

Pois bem, Alcaçuz divide o mesmo terreno com a Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, onde o governo potiguar decidiu que vai colocar 1,2 mil homens de facções rivais. A informação é do Estadão.

As 50 celas do presídio serão ocupadas por assaltantes, traficantes e homicidas.

A Penitenciária Rogério Coutinho Madruga é projetada para albergar 400 presos -- ou seja, vai abrigar o triplo.

ESTÁ DIFÍCIL ACOMPANHAR TODAS AS NOTÍCIAS?

O Antagonista publica mais de 100 notícias por dia. Receba diretamente em seu e-mail, todos os dias, um resumo com as notícias mais quentes e relevantes, além de artigos exclusivos.








TV ANTAGONISTA

Comentários (32)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ma Gu

Pô, pelas manifestações registradas aqui, para ser esta a solução da superpopulação das prisões para todo o país...


P / Alcaçuz

Essa é a solução do problema, porque não existe recuperação desses marginais, nem pena de morte para acabar com eles, portanto concordo com o diretor do Presídio em coloca-los juntos, bem como os PTralhas que são os maiores bandidos do mundo, e só esperar que se matem, proporcionando assim uma limpeza pública, a qual deve ser seguida em todos os presídios !!!!!!!!


Contra os Acadêmicos

Que comecem os jogos carcerários!!! O último sobrevivente ganha a liberdade.


Aton Ceará

Pra mim que nunca irei pra lá, tá ótimo. Flodlam-se os criminosos que lá estão porque infernizaram (e infernizam) nossa vida aqui fora.


Zaqueu D. Heinzen

Se tivesse cobertura em tempo real com pay-per-view, superaria fácil o Big Brother Brasil.


DESgoverno do RN

Desde quando o RN tem governo? Isso daqui é uma zona desde sempre. As escolas e hospitais não estão é melhor situação que os presídios, acreditem!


Rodolfo

Matem-se!


anta

e da-i ?


Daniel Lopes

A OAB deveria indicar seus melhores nomes para compor um corpo de observadores a permanecer no local, em plantão permanente, para zelar pela segurança dessas vítimas do capitalismo malvadão.
De preferência um advogado algemado a cada preso, para garantir que os mesmos não sejam vítimas da perda de seus direitos.


óia só...

Minhas contas estão em dia. Não matei e não roubei. Gostaria de jamais ter essas pessoas em minha vizinhança.