Tranquilidade no Rio

A repórter na TV diz que a situação onde está, no Rio de Janeiro, é tranquila porque "não houve registro de tiroteio" nesta manhã.

Ah, bom.

ESTÁ DIFÍCIL ACOMPANHAR TODAS AS NOTÍCIAS?

O Antagonista publica mais de 100 notícias por dia. Receba diretamente em seu e-mail, todos os dias, um resumo com as notícias mais quentes e relevantes, além de artigos exclusivos.








TV ANTAGONISTA

Comentários (25)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Tavares

Realmente o esfaqueamento é muito melhor. Além de o bandido não gastar o dinheiro da bala também não perturba o sossego público.


Fabio Lima

Já é um avanço.


ricARdo

Todo brasileiro deveria ter o direito de ao menos uma vez na vida visitar um país civilizado para se dar conta de que a "normalidade" que vendem para ele é um engodo. Essa maluquice de ser assaltado, por exemplo, em plena sessão de centro espirita, não é normalidade!!!!


Cesar

Enfim, a paz... (DOS CEMITÉRIOS!!!)


ricARdo

Essa é a noça imprensa amansadora de burros, animadora de auditório e encantadora de massas, sempre pronta a passar tranquilidade em meio ao caos. A única funça da imprença brazuquinha é manter a manada sob controle, fazendo-os acreditar que essa desgraça de país "é assim mesmo", que essa é a realidade da vida. Nao é.


Luis

É por essa e outras que eu vou de Bolsonaro!!!


EUREKA!

É isso que dá proteger bandidos e vilipendiar policiais: um dia as consequências batem à porta.


Ulisses

Será que o Bernardinho consegue arrumar o Rio? Eles precisam não só de honestidade por lá, mas também de gestão.


EUREKA!

Até Mossul, no Iraque, é mais tranquila que o Rio de Janeiro!


Pesadelo

É só seguir no facebook o OTTRJ (coloque no Google : " onde tem tiroteio RJ")e fique sabendo em tempo real onde tem tiroteio. Hoje pela manhã já teve mais de um e ontem postaram muitos vídeos da linha vermelha a partir das 21:00. Horror.
O Rio já é hoje uma Venezuela. Também o que esperar de um povo que sempre se orgulhou de ser de esquerda?