1 x 0 - Relator vota para punir Bretas com censura

1 x 0 – Relator vota para punir Bretas com censura

O desembargador Ivan Athié, relator do processo disciplinar contra Bretas no TRF-2, votou para punir o juiz Marcelo Bretas com censura (um ano sem ser promovido).

Para Athié, Bretas cometeu a infração de autopromoção por ter participado da inauguração de uma obra de acesso à ponte Rio-Niterói.

Segundo o desembargador, “o juiz nada tinha que estar fazendo na solenidade, a não ser intensificar sua já bem notória autopromoção”.

“O elevadíssimo número de seguidores em redes sociais não é sem causa. Há clara autopromoção e é esse o interesse em colocar na rede social o anúncio da chegada de Bolsonaro ao Rio, com claro interesse de demonstrar intimidade com o presidente, vale dizer, com o poder”, disse Athié, no voto.

Leia mais: Gleisi e Bolsonaro do mesmo lado
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários
TOPO