10,8 milhões de reais em contas na Suíça envolvendo Serra e PSDB

A Justiça suíça, noticia o Estadão, autorizou o envio de informações bancárias ao Brasil para compor investigação que apura supostos repasses para campanhas do PSDB e José Serra por meio de instituições financeiras locais.

Uma ação tentava impedir que dados bancários anteriores a 2010 fossem enviados ao Brasil. Mas a reportagem explica que, para os juízes suíços, a decisão de 2018 do STF de declarar como extinta a punibilidade dos supostos crimes atribuídos ao senador não impede que haja uma investigação.

Em 2017, lembra o texto, o Ministério Público da Suíça recebeu um pedido de cooperação do Brasil para investigar o caso por lavagem de dinheiro e corrupção.

A movimentação financeira envolvendo o PSDB e Serra foi detectada a partir dos servidores de internet usados pela Odebrecht. Os créditos em questão teriam sido depositados nos anos 2006, 2007 e 2009, totalizando R$ 10,8 milhões.

O último golpe de Eunício Oliveira. No seu bolso. Leia mais

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 59 comentários
  1. Extinguir o Senado é a opção da grande maioria. Acho que seria, por enquanto, desnecessário. Seria preferível ter apenas dois senadores por estado da federação. Como fazem os americanos.

  2. Bolsonaro tem um compromisso com a população brasileira que o elegeu! Está investigação sobre PSDB e Serra, tem de ir até o fim e colocar todos na cadeia! Estamos fartos de enrolação!

  3. “Apura supostos repasses”, até quando temos de engolir tantas frases idiotas. Está ali, devidamente investigado o crime “concreto” de roubo, é só abrir processos, condenar e prender!!!

  4. A diferença é que os juízes suíços gostam que fatos “esquisitos” sejam investigados. Já na República da Bandidolândia, a suprema Corte prefere dar a seguinte decisão: “Arquive-se os autos

  5. PSDB domina São Paulo há vinte anos por isso a Lava Jato não anda por aqui, até em prescrição já falam, se a grana está lá como prescrever o crime, só do lado de baixo do Equador mesmo.

  6. esse é o canalha escondidinho, fingindo-se de morto que o João Dória trouxe para dentro do Governo SP nas figuras repugnantes de Kassab e Aluizio Nunes Ferreira. PERDEU SP..novamente

  7. Não salva 1 socialista. Aqueles qeu gostam da hipocresia do “SOCIAL” apenas querem socializar o $$ alheio. DILMANTA previu: Não coloquem uma meta , deixem aberta, assim quando atingirem a meta….

  8. O Antagonista, faz uma reportagem com a filha do Serra, Mônica Serra, casada com um françês que é o operador do sogro. Ela mesma foi colega de escola em Brasilia do notório “Suíno” Gedel Vi

  9. Tem de expor tudo prescrito ou nao .Jose Serra p.. arrependida do comunismo tem de perder manto de santo .Talvez nao de nada para ele mas e a filha cumplice? Se aparecer a filha ele ate pode delatar.

  10. Quando o Teori morreu, o Lacaio Reinaldo Azevedo voltou à carga, dizendo que a Cármen Lúcia não poderia homologar a delação da Odebrecht. Reinaldo fazia isso para proteger bandidos como o Serra.

  11. Reinaldo Azevedo fez uma campanha pela libertação do Marcelo Odebrecht. Dizia que as prisões preventivas do Moro eram um atentado ao Estado de Direito. Era tudo mentira do Reinaldo Azevedo.

  12. Era por isso então que o Lacaio Reinaldo Azevedo lutou tanto para que não houvesse a Delação da Odebrecht. Lacaio Reinaldo Azevedo estava apenas tentando proteger seus patrões bandidos.

  13. Se preparem brasileiros serão lançados bodes espiatórios agora para desviar o foco da população da reforma da previdência. Nada contra punir esses bandidos, mas nosso foco agora é a previdênci