111 vítimas mortas e 74 vivas

O Estadão noticia que “A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo anulou os julgamentos dos 74 policiais militares acusados pelo massacre do Carandiru, em que 111 detentos foram mortos, em 1992”.

Eles terão direito a novo júri.

É uma história com 111 vítimas mortas e 74 vivas. Naquele inferno em que esses policiais despreparados foram colocados, era matar ou morrer.

A culpa é dos comandantes e do estado.

Faça o primeiro comentário