Jean Wyllys na ONU: embaixadora fez muito bem

A embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, fez muito bem ao recusar-se a ouvir o ex-deputado Jean Wyllys na ONU.

Associar a família Bolsonaro ao assassinato de Marielle Franco, sem que haja prova disso, é irresponsável e calunioso.

É uma afronta também a um país que, apesar de tudo, é uma democracia.

A Lava Jato pode abrir mais uma caixa preta. SAIBA MAIS