ACESSE

3 x 1 - Ministro vota por soltar militares que mataram músico

Telegram

O ministro Arthur Vidigal de Oliveira, do Superior Tribunal Militar, deu o terceiro voto pela soltura dos militares que mataram, em abril, o músico Evaldo Rosa dos Santos e do catador Luciano Macedo, no Rio.

Acompanhou o relator Lúcio Mário de Barros Góes e o ministro Joseli Parente Camelo.

Todos entenderam que a liberdade dos oficiais não compromete as investigações, que ainda estão no início e não possibilitam aferir a culpa no caso.

A ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rosa foi a única a votar pela manutenção da prisão preventiva dos nove militares.

A sessão foi interrompida para um intervalo. A decisão depende da maioria dos votos entre 13 ministros presentes na sessão.

Moro enfrenta percalços da política e sabotagem do Congresso. CONFIRA

Comentários

  • Jonas -

    Tomara que o STM não comprove que é mais um Tribunal semelhante ao STF que só serve para soltar bandidos.

  • Bruno -

    vivi para ver a extrema direita punitivista defender a soltura de um grupo de assassinos.

  • Marco -

    Militares que mataram músico? Cadê o supostamente?? Ou já tem sentença?

Ler 11 comentários