ACESSE

2 x 0 - Cármen Lúcia vota contra Lula

Telegram

Cármen Lúcia acompanha Edson Fachin e vota contra liberdade de Lula.

Concluiu que não houve demonstração de parcialidade de Sergio Moro.

“Os argumentos precisam ser devidamente demonstrados com prova documental suficiente para que se tenha conclusão da parcialidade e ruptura da neutralidade do juiz”, disse a ministra.

Próximo a votar é Gilmar Mendes, seguido de Celso de Mello e Ricardo Lewandowski.

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Entenda AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários