2 x 1 - Moraes vota a favor do trabalho intermitente

2 x 1 – Moraes vota a favor do trabalho intermitente
Foto: Nelson Jr./STF

Alexandre de Moraes seguiu Kassio Marques e votou pela constitucionalidade do trabalho intermitente, aprovado em 2017 na reforma trabalhista.

“Não é somente possível, como é absolutamente necessário que o legislador analise a possibilidade de criar novas formas de contrato, pelo surgimento de novas formas de serviços e novas profissões. O grande drama do nosso século é o aumento do desemprego de pessoas menos especializadas, em razão das grandes inovações tecnológicas”, disse o ministro.

No julgamento no STF, votou contra apenas Edson Fachin, por considerar que a modalidade não garante o salário mínimo mensal.

As ações foram apresentadas por sindicatos de trabalhadores da indústria, de empresas telefônicas e de postos de combustível.

Leia mais: Confira um resumo das principais matérias da edição passada e entenda por que você não pode ficar de fora das próximas.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO