2 x 1 - Reynaldo Soares vota pela anulação da quebra de sigilos de Flávio

2 x 1 – Reynaldo Soares vota pela anulação da quebra de sigilos de Flávio
Foto: Gustavo Lima/STJ

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca acompanhou José Otávio de Noronha e votou, na Quinta Turma do STJ, pela anulação da quebra de sigilos bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro na investigação sobre a rachadinha na Alerj.

Ele destacou que a decisão do juiz Flávio Itabaiana, de primeira instância, tinha apenas cinco linhas.

“Não posso concordar com a legitimidade da atuação do magistrado de primeiro grau em relação à quebra de sigilo bancário e fiscal. A decisão se limita a cinco linhas. Isso não pode ser considerada uma decisão fundamentada. Não há qualquer referência aos critérios para a quebra de sigilos bancário e fiscal”, disse na sessão.

Até o momento, votou para manter a quebra de sigilos o ministro Felix Fischer, relator do caso. Ainda faltam os votos de Marcelo Ribeiro Dantas e Joel Ilan Paciornik.

Com base nos dados obtidos na quebra de sigilos, o Ministério Público denunciou Flávio Bolsonaro por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Leia mais: Leia agora as principais reportagens da nova edição da revista Crusoé
Mais notícias
TOPO