2006

Nestor Cerveró continua a negociar um acordo de delação premiada com a Lava Jato.

Segundo a Veja, “as histórias narradas por ele ao Ministério Público já preenchem pelo menos 25 anexos e encerram uma lógica comum: a Diretoria Internacional da Petrobras foi usada de forma sistemática com o objetivo de levantar recursos para campanhas eleitorais”.

A reportagem acrescenta:

“Com destaque para a campanha de Lula à reeleição, em 2006”.

Faça o primeiro comentário