2018 está logo aí

Apesar do depoimento explosivo de Marcelo Odebrecht, ninguém vai conseguir derrubar Michel Temer no TSE.

Como diz a Folha de S. Paulo, não há tempo hábil para isso:

“O ministro Herman Benjamin, do TSE, corre contra o tempo para finalizar o relatório da ação que pede a impugnação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer ainda no primeiro semestre de 2017.

Pessoas envolvidas no processo dizem ser muito difícil que Temer seja cassado a partir dessa ação. Afirmam que não há sequer tempo hábil para que o processo transite em julgado no STF antes de Temer deixar o cargo, no fim de 2018.

Mesmo que o processo seja concluído em 2017 e os ministros do TSE decidam cassar o mandato de Temer, o presidente pode recorrer ao tribunal e, depois, ao STF”.

Faça o primeiro comentário