ACESSE

2020 começa com três novos senadores e mais auxílios-mudança

Telegram

O ano legislativo de 2020 vai começar com três novos senadores.

Lucas Barreto, do PSD do Amapá, e Rose de Freitas, do Podemos do Espírito Santo, deixaram o cargo para tratamento de saúde. Em razão disso, os dois continuarão recebendo salário e benefícios do Senado. No lugar deles, tomaram posse, respectivamente, Paulo Albuquerque (PSD) e Luiz Pastore (MDB).

A outra troca, já noticiada aqui, é a de Cid Gomes por Prisco Bezerra, ambos do PDT. O irmão de Ciro se licenciou para articular as candidaturas do partido nas eleições municipais do Ceará. Nesse caso, de acordo com o informado pelo Senado a O Antagonista, Cid deixará de receber salário.

Os três novos senadores, ao assumirem e ao deixarem o mandato, recebem um salário a mais — 33 mil reais — de auxílio-mudança, aquela ajuda de custo (dinheiro público) para, em tese, compensar despesas com mudança e transporte, sem necessidade de prestar contas.

Duas investigações em andamento podem tirar Renan Calheiros da zona de conforto. CONFIRA

Comentários

  • Mauro -

    Temos que ficar de olho nesses 2 senadores "doentes".

  • LEONARDO -

    Ciro Nogueira do PI também!!

  • Izabel -

    É uma vergonha. Esses caras fazem o que querem e ninguém se incomoda. Como pode?

Ler 8 comentários