250 MILHÕES ANTES DE QUEBRAR

Além dos 13 gestores do BNDES que aprovaram o aporte de R$ 250 milhões no Frigorífico Independência, o TCU também pediu a responsabilização dos administradores Miguel Graziano Russo e Roberto Graziano Russo.

Roberto Russo costuma dizer que o Independência é um “perdedor nacional”, mas não explica como conseguiu o aporte milionário três meses antes de pedir recuperação judicial.

Faça o primeiro comentário