3% para Renan; 100% para o Brasil

No Brasil, até propina fura o teto da meta. O Estadão noticiou que o senador Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, recebeu propina da diretoria de Abastecimento da Petrobras, então comandada por Paulo Roberto Costa. O relato está na delação premiada do ex-diretor da Petrobras.

De acordo com Paulo Roberto Costa, para incluir os pagamentos a Renan Calheiros, o percentual da cota habitual repassada a PT, PMDB e PP teve de ser superado. De 2%, em média, passou a 3%. Quem fazia o leva-e-traz entre Paulo Roberto Costa e o presidente do Senado era o deputado Aníbal Ferreira Gomes, do PMDB do Ceará.

O Antagonista sugere enfaticamente a Renan Calheiros que faça uma delação vingativa no Congresso Nacional e entregue Lula, Dilma, o PT inteiro. Será 100% para o Brasil.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200