3 x 2: STF ABSOLVE CELSO RUSSOMANNO

Celso Russomanno, do PRB, está livre para participar das eleições deste ano – ele é candidato à Prefeitura de São Paulo.

A Segunda Turma do STF acaba de decidir, por maioria, pela absolvição do político pelo crime de peculato. Se a condenação fosse mantida, ele se tornaria inelegível.

Russomanno é acusado de ter pago a gerente de sua produtora de vídeo com dinheiro público, entre 1997 e 2001.

Votaram pela absolvição Dias Toffoli, Celso de Mello e Gilmar Mendes. Pela manutenção da condenação, pronunciaram-se Cármen Lúcia, a relatora do caso, e Teori Zavascki.

Faça o primeiro comentário