As 4 mulheres da equipe de transição de Bolsonaro

Pelo menos quatro mulheres devem ser nomeadas nos próximos dias para integrar a equipe de transição do governo de Jair Bolsonaro, informa o G1.

São elas:

Clarissa Costalonga e Gandour – Doutora em economia, com ênfase em desenvolvimento econômico, pela PUC-Rio;

Liane de Moura Fernandes Costa – Ex-tenente do Exército, formada em engenharia ambiental pela Fundação Universidade Federal do Tocantins e especialista em construções sustentáveis;

Márcia Amarílio da Cunha Silva – Tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal e especialista em segurança pública, que já atua na equipe de transição;

Silvia Nobre Waiãpi – Tenente do Exército, primeira militar indígena a integrar as Forças Armadas.

A equipe de transição, que atua no CCBB em Brasília, já conta com 27 homens e pode ter até 50 pessoas nomeadas em cargos (mais aquelas que integrarão o grupo, mas não terão cargo nem remuneração). Sergio Moro, como registramos, deve integrar a equipe também.

Você precisa se informar a respeito do novo governo. Leia mais AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Presidente-XVII disse:

    Militares, conservadoras, alinhadas. Esse é o critério. Não o que elas ou os homens tem entre as pernas.

Ler comentários
  1. Nelson disse:

    Mas não diziam que Bolsonaro era misógino? O LULA esta preso seu BABACA

  2. Lúcia disse:

    A especialidade da Silvia é ser indígena?

  3. Regina disse:

    Militar indígena?? Agora quero ver a petezada cortar os pulsos ficando sem argumentos

  4. Mariza disse:

    Parabéns! Belos currículos dessa quatro profissionais do sexo feminino. Parabéns também aos belos currículos dos profissionais masculinos. Meritocracia em vigor!

  5. eduardo disse:

    ele devia chamar tambem a Maria silvia Bastos

  6. Aureo disse:

    Nenhuma entrou através de cotas, viu Petezada....

  7. Odair disse:

    Ixi, tem uma índia, assim a petezada vai bugar, rssss

  8. 🇧🇷 disse:

    Pesquisei sobre Silvia Nobre Waiãpi, e gostei do que li e assisti. 👏

  9. Matheus disse:

    Não veremos as quadrilh... ...os partido de esquerda comemorando, não veremos grupos feministas comemorando as nomeações, não favorecem a narrativa.

  10. Rose disse:

    Que luxo! O critério acima do gênero, focado no profissionalismo. Mulheres, com M maiúsculo, longe daquela hipocrisia nojenta e burra de sempre. Que venham os Novos Tempos!

  11. Roberto disse:

    Lembrando que os as populações indigenistas poderão enriquecer e desenvolver a economia local com a permissão de exploração de suas terras.

  12. Carlos disse:

    Novos ares de seriedade e competência se mostram em um céu que promete ser de brigadeiro! Avante, Brasil!!!

  13. marcelo disse:

    Espetacular as escolhas ! Mas tenho que confessar ao ler o primeiro nome, CLARISSA, levei um pu.to dum susto . kkk Só me acalmei ao completar COSTALONGA e GANDOUR. Brincadeirinha !

  14. Erika disse:

    Só milico nesse governo?!! Corporativismo bateu forte. Um governo feito por e para militares e judiciário. Que decepção.

    1. Pois é, Erika, está faltando sindicalista, terrorista, empresário corrupto, lideranças das minorias, "intelequituais", enfim, toda essa gente competente que nos levou para o caos...

    2. Vá se fuder por meia hora. Tu querias o que? ex-terroristas, por exemplo?

  15. Jose disse:

    Alguma palavra da Faia??? E das feminazis???

  16. Erika disse:

    Pior é ver o governo Temer e parlamentares imundos como Eunício terminando de destruir o país. Aumento para o judiciário?!! Judiciário corrupto, como já dizia Eliana Calmon. Nenhum Boulos vai pr

  17. Mari disse:

    As verdadeiras xanas da pátria estão aparecendo. Agora cadê as femikazis, femikazis da pátria vermelha!? Estão lavando a casa, passando roupa, cozinhando ou batendo um lero lero!?

  18. Januário disse:

    Mudança notória de perfil e patamar. Noutros tempos teríamos terroristas, doidivanas, putas, e incompetentes analfabetas. Agora, o nível intelectual e humano é bem outro. Chora "resistência",

  19. Anna disse:

    Mais mulheres capacitadas para compor ministérios. Vamos calar a boca das lacradoras histéricas.

  20. Tania disse:

    Mulher demais, não? Daqui a pouco vai parecer ministério do PT. E Luislinda, por onde anda? kkkkkk

  21. Giusti disse:

    Bons currículos e qualificações. Q nos façam esquecer as mulheres esquerdalhas d tão triste memória.

  22. wagner disse:

    Cadê as comemorações das FEMINISTAS ?