ACESSE

4 vetos à lei da Liberdade Econômica

Telegram

Jair Bolsonaro vetou quatro pontos da lei da Liberdade Econômica, sancionada há pouco.

Os vetos, que ainda não foram publicados no Diário Oficial da União, foram divulgados pelo ministro Jorge Oliveira, informa o Globo.

O primeiro deles retira o prazo de 90 dias para que as medidas entrassem em vigor. Agora, as novas regras passam a valer imediatamente.

Foi retirado também dispositivo que tratava da imunidade burocrática para start-ups. O texto previa que empresas poderiam testar produtos sem autorização do governo. O Ministério da Saúde, no entanto, alertou para o fato de que a redação permitia o uso de cobaias humanas sem protocolo de proteção.

A terceira alteração se refere a artigo que permitia a criação de regime de tributação fora do direito tributário.

O último veto foi feito a trecho sobre emissão automática de licenças ambientais.

"O momento é crucial, e o resultado do jogo pode ser determinante para o futuro de investigações como a Lava Jato..." CONFIRA AGORA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 11 comentários