ACESSE

4 x 1 - Maioria no TSE admite assinaturas eletrônicas para criação de partido

Telegram

Com o voto de Luís Roberto Barroso, o TSE formou maioria de 4 votos, entre os 7 ministros, para admitir o uso de assinaturas eletrônicas para a criação de novos partidos.

A coleta de fichas de apoio, com coleta de assinaturas com certificado digital, é uma aposta da Aliança pelo Brasil para obter o registro a tempo de disputar as eleições municipais de 2020.

Barroso, porém, defendeu uma prévia regulamentação e o desenvolvimento de uma tecnologia própria do TSE para receber o apoio por meio digital.

Toffoli x Gebran. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 32 comentários