"40 mil poderiam ter suas vidas preservadas" com cloroquina, diz Bolsonaro

“40 mil poderiam ter suas vidas preservadas” com cloroquina, diz Bolsonaro
Foto: Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro afirmou há pouco que cerca de 40 mil vidas poderiam ter sido preservadas se a hidroxicloroquina fosse utilizada no tratamento da Covid-19.

O presidente participa agora de reunião no Planalto com Osmar Terra e um grupo chamado “Médicos Pela Vida”.

Bolsonaro citou um estudo divulgado na semana passada que indica que o uso do medicamento reduz em 30% o risco de morte.

“Pelo que tudo indica, alguns estudos, mortes poderiam ter sido evitadas em até 30%. Se for verdade, parece que sim, 30% de pouco mais de 120 mil daria quase 40 mil [pessoas] que poderiam ter suas vidas preservadas. Mas parece que, no Brasil, isso foi politizado. Chegaram a falar em ‘remédio do Bolsonaro’, mas nós precisávamos mostrar uma alternativa.”

Terra completou:

“Por que não [usar a hidroxicloroquina]? Não dá tempo de fazer uma pesquisa longa, como a Anvisa exige, mas a intuição do médico é legítima, o CFM autorizou isso.”

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 117 comentários
TOPO