48 milhões de reais a JD na campanha de 2010

O mesmo relatório da PF que tratou das “práticas criminosas” de Lula, tratou também dos pagamentos de propina da Odebrecht para José Dirceu.

De acordo com O Globo, 48 milhões de reais foram repassados a José Dirceu: 10 milhões de reais em 2009 e 38 milhões de reais em 2010, ano eleitoral:

“Já em 2010 temos novamente a sigla JD, de José Dirceu, atrelada ao valor total de R$ 38 milhões, dos quais R$ 8 milhões solicitados em abril e maio de 2010; R$ 20 milhões descritos com eventos em julho, agosto e setembro de 2010 – estando tal valor dividido em duas parcelas, uma de R$ 16 milhões e outra de R$ 4 milhões”.

Pelas datas, constata-se que JD, ao sair da cadeia, virou um dos maiores arrecadadores do PT.

Por isso ele mantinha tando poder dentro do partido.

Faça o primeiro comentário