ACESSE

5 x 1 - Sérgio Banhos vota contra cassação por abuso religioso no TSE

Telegram

O ministro Sérgio Banhos deu o quinto voto no Tribunal Superior Eleitoral contra a possibilidade de cassação de mandatos por abuso do poder religioso nas campanhas.

“Creio que a Justiça Eleitoral não pode avançar para coibir certas práticas religiosas norteadas por discursos litúrgicos. O que não significa que tais condutas não serão punidas nas modalidades de abuso de poder econômico ou utilização indevida de meios de comunicação social. […] Por ora, se deve adotar conduta contida sobre eventual sancionamento de fatos vinculados a entidades religiosas”, afirmou o ministro.

Antes, votaram contra a cassação os ministros Luís Felipe Salomão, Og Fernandes, Alexandre de Moraes e Tarcísio Vieira. O relator, Edson Fachin, foi o único a admitir a inclusão do abuso religioso em ações de cassação por abuso de poder político ou econômico.

Leia mais: Por que os depósitos de Queiroz para Michelle Bolsonaro NÃO foram incluídos na investigação da 'rachadinha'? Estratégia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários