8 x 0 - Gilmar vota contra dossiê sobre antifascistas

O ministro Gilmar Mendes também votou contra o dossiê do Ministério da Justiça sobre policiais e servidores públicos antifascistas. Foi o oitavo a acompanhar a relatora, Cármen Lúcia, que votou ontem contra a produção do documento.

Segundo Gilmar, houve “desvio de finalidade” na produção do dossiê: “Os dossiês foram produzidos não em virtude do risco ou da atuação preventiva do Seopi para evitar a ocorrência, mas sim em virtude do exercício da liberdade de expressão pura e simples”.

“Essa conduta viola o direito à liberdade de expressão”, declarou o ministro.

Antes dele, votaram Cármen (relatora), Alexandre de Moraes, Luiz Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Ricardo Lewandoski.

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários
TOPO