80% dos conselheiros de tribunais de contas eram políticos

Um estudo da Transparência Brasil mostra o tamanho da promiscuidade entre os tribunais de conta e o mundo político: 80% dos conselheiros eram políticos ou trabalhavam para políticos antes de serem nomeados.

A pesquisa, publicada pelo Estadão, avaliou 233 conselheiros e ministros de 34 tribunais entre 2014 e 2015.

Faça o primeiro comentário