A Amazônia clandestina

A Folha de S. Paulo fez um editorial sensato sobre o decreto de Michel Temer que extingue uma reserva na Amazônia:

“O governo de Michel Temer, em seu afã de fabricar boas novas para estimular a economia, cometeu erros primários na extinção da Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca).

Como dividendos, colheu apenas uma enorme — e exagerada — reação negativa na opinião pública.

Com a ajuda de celebridades, espalhou-se o rastilho de indignação com o suposto ‘leilão’ da Amazônia para a iniciativa privada. Um juiz federal se apressou a suspender o decreto presidencial, por entender que faltou ouvir o Congresso.

O Planalto se viu acusado de liberar para destruição uma área preservada de floresta amazônica do tamanho do Espírito Santo.

A Renca nunca foi uma reserva ambiental, mas sim mineral. Criada por decreto em 1984, no período militar, objetivava manter controle estatal sobre depósitos de cobre, tântalo, ouro e outros metais.

Pode ter ajudado a coibir o desmatamento na região, mas não foi tão eficiente: há nela cerca de mil garimpeiros ilegais e 28 pistas de pouso clandestinas, segundo o Ministério de Minas e Energia.”

13 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Chega de mandar tropas do exército para trabalhar para a ONU gastando bilhões de reais.
    Vamos por o exército para trabalhar dentro do nosso território.
    Tem muita pista de pouso clandestina para explodir e muito traficante/guerrilheiro para matar.

  2. Essas ideias malucas de comunista e ruralista religioso estão meio ultrapassadas.

    O ideal para a Amazônia não é virar um grande ponto de cultivo/pastagem feito o deserto do Uzbequistão e do Arizona, simplesmente porque a porcaria da Amazônia não é um deserto, pra se mexer sem danos c laterais relevantes.

    E não, o aquecimento global não é um plano da CIA para impedir o desenvolvimento/reforma agrária do Brasil. Parem com isso.

  3. Esse assunto é uma das “vacas sagradas” da esquerda brasileira e seus lacaios na mídia – ambos financiados por grupos internacionais. Qualquer país minimamente organizado e soberano ocuparia totalmente essa região, com bases, rodovias, ferrovias e aeroportos, explorando os recursos e implantando parcerias com grupos privados, objetivando o crescimento nacional. Mas como somos uma colônia e nosso povo é tratado como macaco, apelam para esses emocionalismos toscos e sem sentido, em proveito de interesses obscuros. E as elites internacionais já estão manobrando para colocar um de seus fantoches no poder, ampliando a escravização da população.

  4. pqp que povo burro…Querem que os gringos continuem a nos roubar embaixo dos nossos narizes. Regulação já. Os brasileiros precisam aprender a ganhar dinheiro com suas riquezas ao invés de dá-las de mão beijada para os gringos.

  5. A Folha nunca fez nenhuma reportagem denunciando os garimpos e agora que dar uma de boa moça??
    Os petitas votaram no Temer, pois se a Dilma ficasse doente quem assumiria seria ele. Neste caso os petistas diriam que era golpe????

  6. A INICIATIVA DO GOVERNO EM REGULARIZAR…PELO MENOS UM POUCO
    A QUESTÃO DA CLANDESTINIDADE ESTÁ CORRETA. NO SUL DO PAÍS NÃO
    FAZEMOS IDEIA DO QUE É O PROBLEMA DESTA CLANDESTINIDADE…
    É TERRÍVEL… PESSOAS SÃO MORTAS POR POUCO…É SÓ SE INFORMAR.

  7. É um escândalo que um presidente tampão que não é aceito nem por quem o colocou lá (no caso, petistas) e tampouco por antipetistas esteja fazendo reformas tão profundas (sem citar as desconfianças de fraude que pairam sobre as eleições de 2014). Temer é ilegítimo para reformar o que quer que seja!

    1. Ilegítima é essa sua idéia torpe de que um vice-presidente eleito democraticamente pelo mesmo número de votos que teve o candidato a presidente não tenha legitimidade. Leia mais um pouquinho antes de opinar com a….