A arma da PF contra o Drousys

Para desmantelar as quadrilhas pegas na Lava Java, a área de TI da PF desenvolveu um software capaz de processar, de forma muito mas rápida e precisa, o 1,2 milhão de gigabytes de dados colhido pelas investigações, informa a Folha.

Em um dos casos, o cruzamento de informações que consumiria oito anos de trabalho dos investigadores foi feito em seis meses.

É uma iniciativa do setor de perícias da PF em Curitiba para fazer frente a sistemas como o Drousys, o programa do setor de propinas da Odebrecht.

Faça o primeiro comentário