​A barafunda de Grazziotin

A comunista queria parar o impeachment embaralhando crimes de responsabilidade de Dilma e reprovação de contas pelo TCU.

Ela tentou se aproveitar da decisão do STF que decretou que as câmaras municipais têm a palavra final acerca da aprovação ou não das contas dos prefeitos pelos tribunais de contas.

Ronaldo Caiado colocou ordem nas ideias.

Faça o primeiro comentário