ACESSE

"A biografia vale muito, mas o desempenho acaba sendo essencial"

Telegram

As macumbas de todos os partidos contra Joaquim Barbosa são coisas do velho contra o novo, escreve Elio Gaspari no Globo.

“Ou ele dá um passo adiante e diz a que vem, ou fritam-no. (…)

Numa eleição presidencial a biografia vale muito, mas o desempenho durante a campanha acaba sendo essencial. Mário Covas e Ulysses Guimarães eram melhores candidatos que Fernando Collor na eleição de 1989, mas não chegaram ao segundo turno. Asfixiaram-se na poeira de uma campanha em que os eleitores compraram um gato velho como se fosse lebre nova. Tinham tempo de televisão e bases partidárias, mas elas de nada serviram.

Basta ver o que acontece no Congresso, no Planalto e até mesmo no Supremo Tribunal para se perceber que um sistema político viciado tenta blindar-se impedindo que haja algo de novo na urna de outubro.

Se Joaquim Barbosa entrar na disputa disposto a denunciar tudo que o incomoda, a começar pelo coronelismo político, o Brasil ganha, pois o que se quer do ‘novo’ são novas atitudes. Se o que ele espera são palafreneiros conduzindo seu cortejo, todo mundo perde, inclusive ele.”

Comentários

  • Cirval -

    Falam muito em esquerda e direita, mas veja o caso do Lula: começou o seu governo na esquerda e logo depois se "indireitou". Bastou sair do governo para virar à esquerda novamente. Esquerda e direita não são estáticos, pois além de depender do ponto de vista, dependem do interesse do sujeito principal. Portanto a discussão "esquerda/direita" é conversa para boi dormir. A não ser para aqueles que acham que o mundo permanece estático, sem nenhuma evolução. Aí já é teimosia.

  • bj -

    O Quim é um ponto de interrogação, quem será seu vice é importantíssimo saber pois , quem tem dores nas costas fica em pé e , ficar nesta posição cansa e é capaz de pedir pela segunda vez a aposentadoria. ????????????????????????????????????????????????????? Os fantasmas rondam e quando são indagados do porque fizeram em vida tal atitude podem responder , fi-lo porque qui-lo.

  • Viktor -

    Joaquim Barbosa comprou um apartamento em Miami por um milhão de reais, com dinheiro suspeito. Ninguém sabe a origem do dinheiro, usou uma offshore fantasma. Quando descobriram, vendeu o apartamento para ver se encobria o crime, mas todos já sabem que ele é um corrupto comprovado. Ainda mais, como batia na ex-mulher! Tem um BO feito por ela. Dá-lhe Quinca!

Ler 76 comentários