ACESSE

A bomba de Dilma e o diesel de Bolsonaro

Telegram

A equipe de Paulo Guedes vai apresentar a Jair Bolsonaro algumas propostas para resolver a questão do diesel.

Uma das saídas é incentivar a aposentadoria dos caminhoneiros.

A turma da economia avalia que Dilma Rousseff deixou uma bomba-relógio para os governos seguintes. O crédito subsidiado pelo BNDES para a compra de caminhões gerou um excesso de oferta no transporte de cargas. O Tesouro Nacional, portanto, pode pagar para tirar caminhões do mercado.

Você está convidado a fazer parte do Novo Antagonista: mais afiado, mais ágil, mais exclusivo. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 136 comentários