A Brigada Jurídica de Lula

O Tamoios não é o único grupo que será acionado, via whatsapp, no dia da prisão de Lula. O PT também já criou outros três grupos para discutir os aspectos jurídicos do episódio. O maior é a “Brigada Jurídica”, com 190 integrantes.

Há também o “Lula Lava Jato”, com cerca de 90 membros; e o “Prerrogativas”, coordenador por Bandeira de Melo e composto por 43 pessoas.

Todos eles devem ser acionados, também, por Cristiano Zanin, assim que seu cliente lhe telefonar informando que a Polícia Federal está na sua porta, em São Bernardo.