Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"A cada sessão, ele reitera a mentira aqui", diz Vieira, sobre Marcos Rogério

“A cada sessão, ele reitera a mentira aqui”, diz Vieira, sobre Marcos Rogério
Foto: Pedro França/Agência Senado

Os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Marcos Rogério (DEM-RO) bateram boca na sessão desta terça-feira (10) da CPI da Covid.

Em sua ode diária ao presidente Jair Bolsonaro, Marcos Rogério voltou a dizer que o governo federal não cometeu crimes nos contratos para a aquisição de vacinas porque as compras não foram efetivadas.

Alessandro Vieira interrompeu o colega e disse que ele estava mentindo.

Ele não é ignorante, ele é uma pessoa que tem bacharelado em direito. Imagino que também seja advogado. Ele sabe perfeitamente que corrupção não exige o pagamento e, a cada sessão, ele reitera a mentira aqui. Ele precisa ter respeito à verdade.”

“Parece que tem gente aqui que está acha que está na delegacia de polícia”, retrucou Marcos Rogério, se referindo ao fato de que Vieira já foi delegado.

“Não, eu estou no Senado da República. O Senado da República, senador Marcos Rogério, não tolera sabujice. Respeite a lei”, disse Vieira.

Marcos Rogério então voltou a negar existência de provas.

“Me mostre a prova de corrupção, saia da narrativa, saia da cantilena. ‘Ah, é crime formal’, é verdade. Mas, eu pergunto: há provas? Corrupção passiva acontece em dois momentos. Talvez eu tenha que desenhar para alguns, ou solicitar, ou receber. Há provas de que alguém solicitou?”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO