A "cadeira elétrica" de Wajngarten

O Palácio do Planalto está há mais de cinco meses sem um secretário de imprensa. O último a ocupar o cargo foi o jornalista Paulo Fona, demitido em agosto, menos de uma semana após assumir o cargo.

A aliados, o chefe da Secom, Fabio Wajngarten, afirmou que, por enquanto, não pretende selecionar ninguém para a vaga — que costuma chamar de “cadeira elétrica”.

Leia na Crusoé:

Planalto há cinco meses sem secretário de Imprensa

Comentários

  • Regildo -

    E daí?

  • Nina -

    O chefe da Secom ainda não foi demitido por conflito de interesses?

  • Armando -

    Sempre o CARLUXO bagunçando o coreto, principalmente, na área de comunicações do Governo. Bolsonaro precisa se lembrar do ditado: "Quem cria tem obrigação de cuidar" !

Ler 9 comentários