ACESSE

"A Câmara dos Deputados nunca será submissa a nenhum governo"

Telegram

Rodrigo Maia ocupou a tribuna da Câmara, no plenário, para tratar da proposta de socorro financeiro a estados e municípios — aprovada no Senado com alterações e que agora é novamente apreciada pelos deputados.

O presidente da Câmara criticou Paulo Guedes.

“Vimos a forma como o ministro da Economia tratou a Câmara dos Deputados, principalmente a minha pessoa, achando que ataques iriam reduzir a nossa certeza, que fica cada vez mais clara quando analiso a melhor forma de atender estados e municípios… [Guedes] achava que aquela agressão iria nos colocar numa posição de submissão.”

Ele emendou:

“A Câmara dos Deputados nunca será submissa a nenhum governo. Será sempre respeitosa e sempre vai trabalhar de forma independente.”

Maia afirmou que prevaleceram os valores definidos pela Câmara — de socorro a estados e municípios — e que a divergência com o Senado se deu apenas na forma de distribuição dos recursos.

O deputado negou que haja uma “queda de braço”.

“Eu não vou brigar com o presidente Davi.”

Leia também: O certo do DEM a Bolsonaro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 85 comentários