A CAOA DE MILTINHO, LULECO E PALOCCI

A Operação Omertà também descobriu ligações do lobista Milton Lyra com a CAOA, que é investigada na Operação Zelotes pela compra de medidas provisórias.

É alvo na mesma operação Luís Cláudio Lula da Silva, o Luleco, acusado de receber quase R$ 4 milhões em propina da montadora, por meio de Mauro Marcondes, um outro lobista velho conhecido de Lula.

A mesma Caoa pagou a Palocci, preso ontem na Omertà, outros R$ 4,5 milhões. O Antagonista mostrou que a Projeto, consultoria de Palocci, funcionou um andar acima da LFT Marketing, de Luleco, no mesmo edifício na rua Padre João Manoel, 450, em São Paulo.