“A César o que é de César”, diz juiz

O juiz federal Friedmann Wendpap, da 1a. Vara Federal de Curitiba, determinou a indisponibilidade dos bens da Odebrecht, da Odebrecht Plantas Industriais e da OAS num total de 3% sobre a receita das empresas.

Wendpap é responsável por ação de improbidade que envolve também Léo Pinheiro e Renato Duque.

“Se para custear a imoralidade, 3% sobre o valor dos contratos não lhes tolhia a libido empresarial, idêntico percentual para restaurar a honra há de ser motivo de júbilo na purgação das condutas deletérias que privatizaram ilegitimamente os bens públicos. Devolverão a César o que é de César em demorada penitência para que se grave na memória empresarial o custo moral e financeiro da promiscuidade entre o poder político e o econômico.”

Faça o primeiro comentário