A choradeira do Planalto

Enquanto parlamentares cobram vantagens para votar pelo arquivamento da segunda denúncia contra Michel Temer, o Planalto reclama, segundo O Globo, que já gastou mais de 70% do valor destinado às emendas parlamentares do Orçamento da União de 2017 e lembra que a verba é carimbada, ou seja, tem um teto máximo.

“No caso dos cargos, interlocutores do Planalto dizem que Temer já mexeu em 40 cargos de quem considerou a traição imperdoável. E, no caso das emendas, o discurso é de que a cota é igual para aliados e oposição e que isso está na Constituição dentro da PEC do Orçamento Impositivo. No jargão do Planalto: a fatura será cobrada, mas os parlamentares votarão com o governo.”

Comentários

  • Brasileiro -

    O povo brasileiro é feito em sua maioria de ladrões, que são os políticos, e de boçais, que os elegem. O povo é culpado de absolutamente tudo de ruim que lhe acontece. O brasileiro é corrupto. É venal. É lixo.

  • REINALDO -

    PERDERAM A "VERGONHA NA CARA" DE UMA VEZ POR TODAS, NÃO ESCONDEM MAIS O "TOMA LÁ DA CÁ", É EXPLICITO A EXTORSÃO. BANDO DE VAGABUNDO, SEM VERGONHA, MAS AS ELEIÇÕES DE 2018 ESTÃO CHEGANDO E SERÁ A NOSSA VEZ DE EXTIRPAR DA POLÍTICA NACIONAL ESSE BANDO DE POLÍTICOS QUE SÓ QUEREM ATENDER OS SEUS INTERESSES PESSOAIS. CHEGA

  • Maira -

    DE cada emenda, 30% vai para o bolso do fdpparlamentar, pois vai ser gasto com superfaturamento, isso se já estiver 100% embolsado assim que liberado. É esse o trabalho parlamentar "du brasíu"!

Ler 28 comentários