ACESSE

A "cilada" no pacote anticrime

Telegram

Em artigo na Folha, intitulado “Cilada no pacote anticrime”, o procurador de Justiça Roberto Livianu critica os “jabutis” incluídos na proposta de Sergio Moro.

Segundo ele, o “mais grave” é “a criação açodada da figura do juiz de garantia, cindindo competências jurisdicionais”.

“Esse decidiria durante a investigação, e o juiz de instrução, a partir do recebimento da denúncia. É impossível reestruturar radicalmente em 30 dias um sistema de Justiça em que 40% das varas têm um único juiz no Brasil (isso já levou a AMB a pedir a declaração de inconstitucionalidade da lei)”, escreve Livianu.

E mais:

“A inviabilidade prática operacional pode levar advogados a pedir anulações de processos e até mesmo a postular o impedimento do ministro Fachin para julgar o mérito de casos da Lava Jato, o que pode transferi-los para a Primeira Turma do STF.”

A cobertura mais ágil. A investigação mais profunda. Agora juntas. CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários