A confissão de culpa de Lulinhazinho

A Época obteve uma cópia do depoimento de Lulinhazinho.

É praticamente uma confissão de culpa.

Ele disse que nunca havia realizado um estudo semelhante àquele pelo qual ganhou 2,4 milhões de reais. Ele disse não ser capaz de precisar quantas horas de trabalho dedicou ao projeto. Ele disse que não sabia quando o contrato com o lobista Mauro Marcondes foi assinado. Ele disse que, antes da batida policial, pegou em seu escritório todos os documentos comprometedores e entregou-os ao seu advogado, o mesmo que lhe cedeu o apartamento em que mora.

É o depoimento mais desavergonhado de que se tem notícia.

O documento publicado pela Época

Faça o primeiro comentário