A conta de Barusco não fecha

No depoimento de ontem ao juiz Sérgio Moro, Pedro Barusco disse que só identificou em sua contabilidade o recebimento de US$ 1 milhão em propinas da Engevix, valor muitíssimo abaixo do registrado nas planilhas das obras.

Ao ser questionado por Moro sobre as offshores que usou para receber o dinheiro, o delator também se embaralhou, como se não soubesse quais contas eram as suas.

Barusco devolveu à Lava Jato US$ 97 milhões. A conta não fecha.