A conta do PT em Macau

O jornal português O Público, hoje, tem uma reportagem espantosa sobre os inquéritos que tratam da fusão da Oi com a Portugal Telecom.

Diz:

“Após o escândalo mensalão, começa a procura de novas fontes de rendimento. No final de 2008, chegava a Lisboa José Dirceu, coincidindo com a visita de Lula da Silva, que está em viagem oficial.

As grandes operações a necessitar de autorizações estatais estão, por vezes, reservadas a quem paga comissões. E à Avenida Fontes Pereira de Melo, sede da Portugal Telecom, vai chegar a informação de que o negócio com a Oi está condicionado à entrega ao grupo petista de 50 milhões de euros, verba que deve ser movimentada por uma conta em Macau. Sem pagamento, não haverá parceria”.

Faça o primeiro comentário