A corrupção como estratégia

Trechos da delação de Ricardo Pessoa revelados no Estadão demonstram bem como a burocracia estatal cria dificuldades para vender facilidades. O dono da UTC confessou à Lava Jato que a corrupção fazia parte até mesmo da estratégia da empresa:

“As doações políticas são feitas para que se obtenha uma vantagem, seja ele devida ou indevida, seja para que partido for.”

E completou:

“O incremento no valor deveu-se a uma estratégia da UTC em ampliar a sua área de relacionamento, visando o aumento de volume de negócios da empresa.”

Faça o primeiro comentário