A CPMF e o desgoverno

Um dia depois de Joaquim Levy cogitar o aumento de impostos, o Palácio do Planalto ressuscita a velha CPMF como solução para “equilibrar” as contas. O governo não conseguiu enxergar a crise e tampouco demonstra capacidade para propor saídas. Fala em enxugar a máquina, mas não sabe por onde começar…

Falta seriedade, falta planejamento, falta tudo. É um desgoverno.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200