"A criminosa decisão causa danos irreversíveis à população"

Em outro trecho do pedido do novo pedido de impeachment de Dias Toffoli — protocolado hoje no Senado –, Janaina Paschoal e os demais autores classificam como “ato de truculência” a decisão do presidente do STF de suspender todos os processos judiciais instaurados sem supervisão da Justiça que envolvem dados compartilhados por Coaf e Receita Federal.

“A única explicação para tal proceder é o desespero por perceber que as investigações estão chegando muito próximas a si.”

Os autores do pedido reforçam que a decisão em questão contraria entendimento do próprio Supremo e “não tem nenhum respaldo material ou processual”.

“A criminosa decisão do Ministro ora denunciado causa danos irreversíveis à população com a obstrução de investigações efetuadas pela Polícia Judiciária e/ou Ministério Público, já que suspende todos os processos que usam dados fiscais e bancários de contribuintes sem autorização judicial, afetando diretamente o combate à lavagem de dinheiro no país, ou seja, a todas as investigações ligadas à corrupção, narcotráfico, roubo de cargas, contrabando, entre outros, inclusive, com reversão de condenações, bens e propinas confiscados ao longo dos últimos 20 anos.”

Comentários

  • Guará -

    Saudades do governo militar.

  • José -

    Pagamos impostos, perdemos emprego, somos fiscalizados e os apaniguados fazem o que que querem e não querem ser fiscalizados? A segunda tomada da Bastilha pode ocorrer aqui no Brasil, senhores.

  • Afonso -

    Por quê a imprensa brasileira não cerca o presidente do senado Davi Alcolumbre como fazem com Bolsonaro para perguntar o que ele pretende fazer a respeito dos diversos pedidos de impeachment?

Ler 60 comentários