ACESSE

A defesa de Lula

Telegram

Em 2018, os partidos pagaram a advogados 48% a mais do que em 2017.

Como disse o Estadão, “a despesa poderia até facilitar a prática de caixa 2 em campanha”.

O campeão, claro, foi o PT, que gastou 6,4 milhões de reais.

“O valor não inclui despesas declaradas pelo partido como eleitorais, que engordaram numa proporção ainda maior pelo fato de 2018 ser um ano com disputa.

Mesmo assim, a principal contratação foi do escritório do ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão (R$ 1,8 milhão), responsável pela estratégia jurídica que manteve Lula como candidato à Presidência até próximo à data da eleição.”

VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários