A demissão de Pazuello para enterrar a CPI?

A demissão de Pazuello para enterrar a CPI?
Foto: Caio de Biasi/Especial para o MS

Como registramos há pouco, Diogo Mainardi, no Manhattan Connection, cobrou de Rodrigo Pacheco a abertura da CPI da Covid.

O Antagonista apurou que, apesar da resistência do presidente do Senado, um grupo de senadores aposta que a comissão será instalada mais cedo ou mais tarde. A avaliação é a de que, com quase 2 mil mortes por dia, não há como a Casa ficar omissa e precisará apurar responsabilidades.

Inicialmente, no dia da apresentação do requerimento, com as assinaturas necessárias, Pacheco prometeu “avaliar os requisitos” da CPI. Depois, pediu aos pares que esperassem a participação de Eduardo Pazuello em uma audiência pública. Em seguida, topou instalar a comissão de acompanhamento das ações de enfrentamento à pandemia — o que se concretizou –, como forma de deixar a CPI em banho-maria.

Agora, nos corredores do Congresso, há quem acredite que Pacheco não conseguirá brecar mais a CPI por muito tempo. A não ser que Jair Bolsonaro demita Pazuello.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO