A dignidade perdida

Hoje acaba tudo.

O Estadão descreveu a agonia de Dilma Rousseff:

“Com o malogro da desesperada tentativa de procrastinar o processo de impeachment usando como mão do gato a lamentável figura do presidente interino da Câmara dos Deputados, Dilma Rousseff acabou perdendo o que lhe restava de dignidade antes de perder o mandato de presidente da República. O Senado Federal deve aprovar hoje a admissibilidade do impeachment por crime de responsabilidade, decisão que implicará o afastamento da presidente por até 180 dias ou até a cassação definitiva de seu mandato, o que a esta altura é dado como coisa certa mesmo – embora eles não admitam publicamente – pelos partidários de Dilma. E, por se tratar de um julgamento eminentemente político, o destino de Dilma está desde já selado também pela manifestação da vontade amplamente majoritária do povo brasileiro”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 11 comentários
  1. Gostaria muito, de acreditar. Mas estou no Brasil! Um País onde as leis e a justiça foram feitas sob medida, para não punir com cadeia os bandidos “de colarinhos branco “

  2. AH, AH , AH ,… essa coisa ainda tentou enfrentar um grupo de descontentes numa cantina , posou de íntegro e ameaçou processar … Com essa voz fina não terá dificuldades em se “relacionar”” no presídio . Lá , o detento conhecido como “Tonhão Pé de Mesa” fará as honras da casa . AH , AH , AH ,.. Mantega vai precisar de muita manteiga .