A elite brasileira é mal-acostumada

Vera Magalhães, da Veja.com, descreve as exigências de Lula para fazer uma “palestra” em Caracas, paga pela Odebrecht:

“Ele e a comitiva, que contava com José Dirceu, teriam de ser hospedados em hotéis cinco estrelas ou superior, todos no mesmo andar ou com, no máximo, dois andares abaixo ou acima.

Cada suíte deveria contar com cama king size, menu de travesseiros e serviço exclusivo de quarto 24 horas.

Além disso, os quartos deveriam ser abastecidos com frutas, pães, queijos, frios, castanhas, água e refrigerantes normais e tipo zero.

Também era exigido para o palestrante um carro executivo de luxo com motorista para qualquer deslocamento desejado pela cidade.

Para as demais viagens, além dos requisitos acima, Lula passou a exigir que o carro executivo de luxo também fosse blindado.”

A elite brasileira é mal-acostumada.

Faça o primeiro comentário