A escolha de Augusto Nardes

Está nas mãos do ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União, a representação do Ministério Público que denuncia o golpe dos acordos de leniência que a Controladoria-Geral da União quer firmar diretamente com as empreiteiras do Petrolão, chancelados pelo TCU.

A leniência espúria foi planejada pelo governo para melar a Operação Lava Jato. Por tais acordos, as empreiteiras pagam multa e podem continuar a assinar contratos para fazer obras públicas e a receber financiamentos de bancos estatais. Em troca tácita, os seus donos não contam nada sobre a participação de Lula e Dilma no Petrolão e persuadem os executivos presos em Curitiba a não partirem para a delação premiada.

Depende só do senhor, ministro Augusto Nardes, querer entrar para a História pela porta da frente ou pela dos fundos.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200