​A ética da política

O ex-ministro do STF Sydney Sanches mostrou que, embora não se surpreenda com a quantidade de chicanas da defesa de Dilma no impeachment, não perdeu a capacidade de indignação.

“É falta de patriotismo. A paixão pelo poder é uma coisa séria. Esquecem o país, a família, tudo. Enquanto isso, a economia e o país seguem do jeito que estão, sangrando. O mais interessante é que no impeachment que presidi, do Collor, o maior defensor era o PT de Dilma. Agora estão todos juntos. Na política, a ética é outra”, disse em entrevista a O Globo.